anúncio

anúncio

domingo, 10 de dezembro de 2017

Vou por onde encontrei estrada

O seu amor chegou tarde demais,
A paixão perdeu a hora,
Você chegou agora
Que minha vida está indo
Por onde encontrei estrada.

Não posso mais fazer atalhos,
Olhe para frente,
O caminho é claro,
A vida é um dia de sol,
É um dia de festa.

Não é hora de chegar,
Não é momento de partir,
Não dá mais para desistir.

Não vou te olhar,
Nem te levar comigo,
Fique como está,
Vá pelo seu caminho
Que eu vou por onde encontrei estrada

Você não é nem mesmo um sonho,
Não tenho nada para te oferecer,
Nem mesmo amizade e gratidão.

Você tirou proveito da situação 
Esperou meu coração vacilar,
Esperou um momento de fraqueza.

Você chegou tarde,
Posso estar no caminho errado,
Mas tenho certeza que
Não é você que vai dar
Um rumo na minha vida.

Não tenho certeza de nada,
Por isso vou por onde encontrei estrada.

J.Nunes

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Complicada demais


Não precisa fazer esse papel
De menina abandonada,
De mulher incompreendida...

Eu só quero que você decida
Se vai embora ou se vai ficar
De vez na minha vida.

A porta está aberta para você,
Fique sabendo que essa
É a última vez
Que eu te deixo entrar
Por essa porta.

Você é muito complicada.
Não quero mais
Esse entra e sai,
Na minha casa,
Na minha vida.

Não estou a seu dispor,
Posso a qualquer momento
Encontrar um amor
Que saiba ficar,
Que saiba fazer alguém feliz
E saiba ser feliz também,
Você é complicada demais.

J.Nunes

domingo, 19 de novembro de 2017

Invasão

Entrei na sua vida derrubando as portas,
Arrastado tudo feito uma tempestade,
Afrontando seus amigos,
Enfrentando os seu amores,
Eliminando a concorrência,
Tomando você de assalto,
Querendo ser o primeiro de sua lista,
A pessoa mais importante de sua vida.

Feito um ditador louco
Querendo tomar o Poder. 

Você me olhou com toda a calma do mundo,
Me vez intender, sem dizer uma palavra,
Que seu mundo já está completo,
Entrei em desespero
Quando percebi que tinha estragado tudo...

Fiz tudo errado,
Eu tinha que ter sido aquela brisa da manhã,
A voz suave de um passarinho,
Aqueles olhos calmos e alegres
De uma doce menina
Que mora no seu coração.

Eu te perdi porque quis te ganhar à força,
Eu te perdi porque não sou a doce brisa
Que entrou pela janela de sua alma
E tomou posse do seu coração.

J.Nunes 

19-11-2017



     


  

Sobreviventes

Sobreviventes


Compositor: J.Nunes

Fique entre nós
Temos calor, alimento e proteção
Não vá muito longe do acampamento
Não imagine lugar melhor e mais seguro
Não queira encontra à terra prometida

Espere o perigo passar
Espere a terra se recompor
E o fogo do vulcão acalmar

Não sabemos o que vem depois
Que passar a grande convulsão do mundo
E a chuva de fogo
Não sabemos quanto tempo vai durar
Esse tempo de caos

Não vamos ariscar saindo de nossa vila
Não temos certeza de nada
Aqui temos o pouco que precisamos
Não sabemos por quanto tempo

Fique aqui entre nós
Estamos unidos por uma causa comum
Criar um novo mundo
E povoar outra vez a terra
Se Deus assim permitir

Fique entre nós
Não sei como chegou a vila
Você estava muito doente e ferida
Nós a recebemos de braços abertos
Somos a irmandade do fim dos dias

J. nunes

Solidão Moderna

Solidão Moderna


Na cadeira de balanço
Um gato silencioso e indiferente

Espero que alguém se engane
E meu telefone toque
Espero que você se lembre
Que esqueceu alguma coisa
Qualquer coisa assim: feito eu

Espero que estas palmadas
Sejam em meu portão
Espero que alguém corra da chuva
E deste frio que gela meu coração
E busque abrigo em minha varanda

Espero que alguém erre à porta
E por engano me chame por outro nome
Espero uma carta, uma resposta
Espero o caos, que põe motins pelas ruas
E me tira da solidão

Espero outros sentimentos
Espero qualquer coisa, que não seja o som
De meus passos de madrugada
Caminhando pela casa

Espero ao menos o seu ombro amigo
Serei sempre grato ao seu sorriso
Espero, esperando que amanheça

Espero qualquer coisa, que não seja amor
Amor é para os escolhidos
Amor é para poucos
Espero quaisquer sentimentos
Que por faltar outro nome, chamarei de amor
Depois, vai ver que é amor mesmo!

Espero que apareça pelo menos alguém
para que eu procure conversa
Estou farto de vida pós-moderna
Da poluição visual, solidão moderna, do relativismo
Dessa deformação de tudo
E da fábrica de notícia onde trabalho
Ouço as crianças brincando lá na rua
Para elas, viver parece tão fácil!

Letra enviada por J.Nunes

Sonhos Perdidos

Sonhos Perdidos


Foi passando o tempo
Eu fui ficando, ficando
Acabei me acostumando
Com a situação
Quando percebi tinha corrido muito anos
Notei que eu tinha me deixado
Mas não percebi que você estava indo embora
Me deixando para trás

Apenas sentei e chorei
Até não conseguir mais chorar
Ficou a lembrança de seus olhos de gratidão
E quase um sorriso dizendo
Que pesar de tudo a vida continua

Não sofro pelos sonhos perdidos
Não lamento o tempo
Que me dediquei a você
Apenas lamento
Com muita dor no peito
Você ter me deixado
Percebi que qualquer sonho realizado
Não teria sentido sem você

Letra enviada por J.Nunes

Tesouros no Céu

Tesouros no Céu


Compositor: J.Nunes

Vou esperar em ti
Vou me fazer merecedor de sua graça
Vou estar de acordo com a lei de Deus

O agricultor prepara a terra
E espera a chuva
O pescador espera a hora
De fisgar o peixe
O noivo espera sua amada no altar
Eu espero em ti, Senhor

Porém que seja segundo a sua vontade
E no momento que eu for merecedor
De sua graça

O exercício das virtudes
É semente lançada na terra
Pronta para dar frutos
Segundo a lei de Deus

A caridade, a vontade do Pai e o amor
Consagrados aos necessitados
São tesouros juntados no céu
São agradáveis aos olhos de Deus
Que nos dará em dobro
Como diz o evangelho de São Mateus
Eu espero em ti, Senhor

Letra enviada por J.Nunes

Tristeza e alegria em seu olhar

Tristeza e alegria em seu olhar

Compositor: J.Nunes

Não pude ignorar
A tristeza e a felicidade
Que vi em seu olhar
Toda vez, que por acaso
A gente se via em um bar
Na casa de um amigo em comum
Na ruas do centro velho da cidade
Em qualquer lugar

Não pude ignorar
A tristeza e a felicidade
Que vi em seu olhar
Apenas engoli as palavras
E todos os sentimentos
É tarde para qualquer coisa
Que pensamos em recomeçar


Não pude ignorar
A tristeza e a felicidade
Que vi em seu olhar
A vida seguiu o seu curso
Não pude ficar parado
Esperando por você
O tempo me obrigou a seguir
Fique com as lembranças
Mas esqueças minhas promessas

Letra enviada por J.Nunes

Troco

Troco

Compositor: J.Nunes

Não me venha com essa
De que você me perdoou
Eu sei que você me deu foi o troco
Pagou na mesma moeda
Com diz o ditado
Olho por olho
Dente por dente

Você me deu foi o troco
Se sente vingada e bem
Eu sei que vacilei
Mas não vou encobrir os meus erros
Com sua traição

O que você chama de perdão
É vingança e alta traição
É pagar na mesma moeda
Como diz o ditado
Quem com ferro fere
Com ferro será ferido

Fique com o troco
E assim ficamos iguais

Letra enviada por J.Nunes

Um amor igual ao seu

Um amor igual ao seu



Eu queria um amor assim
Igual a você, igual ao seu

Um amor para amanhecer ao meu lado
Um amor de causar inveja
Um amor que eu não saberia viver
Um amor tão puro, tão doce que enjoa
Um amor para eu ficar tediado de rotina e de amor assim

Eu queria um amor igual ao seu para me sentir preso
Para eu ter para onde votar
Para eu saber que sou de você
Eu queria um amor assim
Só para saber o que é ter um amor assim

Depois ficar entediado e dizer te Adeus
Indiferente a esse amor tão puro, tão doce que enjoa
Experimentei o seu amor para saber
Que amor equivalente ao meu amor, é amor leviano

Uma canção que não sei dançar

Uma canção que não sei dançar


Rua Saint Germain
O frio da noite fez à cidade deserta
Mas se a canção for um blues
E a neblina apagar os faróis
A noite será uma procura de desejos
Até que o dia apague as luzes da cidade
Talvez você fique
Talvez eu me deixe
Um pouco mais em seu corpo
Ou talvez role apenas um papo filosófico
Digo que gosto do Pessoa
Ela diz que está lendo Baudelaire
Apesar de meus hábitos noturnos
Tenho sonhos empoeirados
E medos encobertos
Mas se você sorrir
Se olhar no espelho
E não tiver medo de luz de Sol
Sou capaz de voltar a sonhar
Nas ruas o vento sopra uma canção
Que não sei dançar
Mas se você sorrir
Deixo a pista para quem não têm seu par
Se depois desta noite, você desaparecer
Inventarei acasos para te ver
Diminuirei meus passos para me alcançar
Me de a sua mão; mas me deixe caminhar
Com meus próprios pés

Letra enviada por J.Nunes

Uma Chance Para Recomeçar

Uma Chance Para Recomeçar


Não é o que os outros pensam que vai tirar
De você a chance de recomeçar
De provar que você é capaz de vencer
Deixei meu orgulho e minha vaidade de lado
Porque eu te amo demais para te perder assim

Eu posso te perdoar porque já vivi o bastante
Para saber que somos feitos de ilusões
Aprendi com meus erros
Eu sofri meus fracassos
Eu chorei noites de solidão

Eu posso te perdoar
Eu também já sofri arrependimentos
E o remorso me mastigou por dentro

Compreendi que sou humano
Que a vida se faz de vitórias e fracassos
Que um dia não é uma vida, quando se quer vencer
Quando se espera uma chance para recomeçar

Não fui condenado à vida inteira por um erro
Também não posso te condenar
A vida inteira por seu erro
Quando sinto que você quer recomeçar
E que aprendeu a lição
De que esse mundo é feito de ilusão
Eu sei que o perdão vem da força do amor

Letra enviada por J.Nunes

Uma Determinada Flor

Uma Determinada Flor


Ela era ainda um botão de flor
Mas não soube esperar
O tempo de surgir
Como uma bela rosa vermelha

Ela era um botão de flor
De incalculável valor
O mundo sabia que ela
Era preciosa, delicada e bela
Com uma determinada flor

Ela era ainda um botão
Mas descobriu o poder da sedução
Ganhou insinuação e malicia no olhar

Um dia ela pensou
Num preço para o seu corpo
E se vendeu antes de se desabrochar
Em uma linda mulher

Já não pensa mais em seduzir
Já não tem o mesmo valor
Não é mais a flor preciosa, delicada e bela
Mas ainda pode ser encontrada
Na esquina da rua 24 de maio

Letra enviada por J.Nunes

Vão


Vão entre uma coisa e outra
Vão de oscilar entre isso e aquilo
Vão de ir
Vão entre suas pernas
Vão por onde se espia segredos
Vão das coisas
Vão de espaço
Vão por onde se consolida o desejo e o amor

Vão da vida
Vão de ser em vão
Vão que não existe
Tudo é ocupado por um espírito espectral

Eu ocupo o vão entre os átomos das paredes
Das casas assombradas por mim
Assombrar é ser o que os outros não compreendem
Com os cinco sentidos do corpo
Eu ocupo o vão entre suas coxas

É preciso alma!
O poeta tem que ser doido aos olhos do senso comum
E dançar ao som invisível do universo

Letra enviada por J.Nunes

Velho Homem

Velho Homem

Compositor: J.Nunes

Todos os dias morre
Um pouco o velho homem em mim
Minhas súplicas a Deus
É um pedido de morte do pecado
Tudo o mais vem segundo
O seu apreço por minhas obras

Não quero essa crença
Preguiçosa, negligente e conivente
Moldada segundo esse tempo
E as fraquezas humanas

A minha fé pede virtude, pureza e perfeição
Não quero essa crença preguiçosa
Que diz não ser preciso
Morte do pecado, sacrifício e penitência

O novo homem se faz
Todos as vezes que o homem velho
Morre um pouco em cada oração
A cada pedido de morte do pecado

Os tesouros no céu
O reino de Deus
As virtudes da alma
Nascem da morte do pecado
E da criação do novo homem
Cada vez mais a semelhança de Deus

Letra enviada por J.Nunes

Ver e Ouvir Por Dentro

Ver e Ouvir Por Dentro

Compositor: J.Nunes

O que me importa agora
É o silêncio
Ver e ouvir
O que eu tenho para dizer

O que me importa agora
E ver e ouvir
O que eu penso, sinto e faço
Por fora e por dentro

Não tem nenhuma importância
Nada que eu faço
Calo e ouço
O que importa é a força e a energia
Que me leva a fazer

O que importa mesmo
É ver e ouvir com a alma
E condenar à morte
Com a consciência
Tudo de mal que eu faço
Vejo, ouço, falo e sinto

O que eu mais quero é o silêncio
Que observa tudo
Sem a limitação da moralidade
Que não muda nada

É preciso olha-se livre
E se matar por dentro
Sem apego e sem piedade

Agora o que importa é o silêncio

Letra enviada por J.Nunes

Vestígios

Vestígios

Compositor: J.Nunes

Quando eu tocar essa canção
Só você ira saber, que essa é pra nós dois
Nosso amor foi tão secreto
Que não deixou vestígios: 
Fotografias, cartas e filmes...

Nessa canção, nas entrelinhas
você reconhecerá o nosso amor
Nosso amor sem deixar vestígios
Ficou na memoria e nas lembranças que revivemos
Tenho certeza que você me esqueceu
Mas que as lembranças não podem ser apagadas
E nem pode ser uma prova
De que houve amor entre nós.
Quando eu tocar essa canção
Só você ira saber, que essa é pra nós dois

Tenho certeza que você se lembra
Daquele dia que tivemos
que dar explicações para a policia
Tenho certeza que você se lembra
que saímos pelas ruas
Eu bandido e você mocinha cansada de ser clichê
Essas historias estão nas lembranças, 
Não há registro
Em fotografias, cartas e filmes
mas o nosso amor está nas entrelinhas
Das minhas letras de músicas e poesias
Isso não prova que houve amor entre nós dois
Quando eu tocar essa canção
Só você ira saber, que essa é pra nós dois

Você pode negar tudo
mas não pode dizer a si mesma que não houve nada
As lembranças são muito intensas
para ser deixadas lá no fundo da memoria
As lembranças são rastros e vestígios
de um amor que um dia vivemos
E deixou marcas no caminho
Para que possamos retornar ao antigo amor
Quando eu tocar essa canção
Só você ira saber, que essa é pra nós dois

Letra enviada por J.Nunes

Vida Louca

Vida Louca

Compositor: J.Nunes

É verdade que ninguém pode ter tudo
Minha vida está longe de ser perfeita
Mas tudo estava sobre controle
Tudo estava abaixo de meus pés

É verdade que não havia
Grande paixão, loucura de amor
E brilho no olhar; até que você chegou
Feito um vendaval repentino
Arrasando minha vida
De paisagem bucólica
Com manhãs de outono e tardes de inverno

Roubou minha felicidade
Entorpeceu meus sentidos
Pôs um brilho estranho em meu olhar
E um sorriso tolo em minha boca
Depois me tirou o chão

É verdade que ninguém pode ter tudo
É certo que eu tome uma decisão
Entre a frieza segura de meu lar
E a vida louca e imprevisível ao seu lado

Letra enviada por J.Nunes

Virtude da Paciência

Virtude da Paciência


Se acaso andarmos em trevas
Brilhará
A virtude da paciência
Feito estrela solitária
Brilhará
Em um céu noturno

Se acaso andarmos em trevas
Seremos constantes na luta
Certos de que há de chegar o outono
Certos de que haveremos de colher o fruto
De nossa persistência

Pois tudo passa
Há sempre de surgir
Um sorriso em seu rosto
Certo como o sol há de surgir
Após dias de chuva e frio

Se acaso andarmos em trevas
Nosso sorriso pode até
Se esconder por um instante
Mas nada desfalecerá
A esperança

E enquanto pulsar no peito um coração
Enquanto raiar
Este sol nas manhãs de primavera
Teremos esperança

Letra enviada por J.Nunes

Why sô, mineir (o) fala estrangeir (o,)

Why Sô


Não me avexo
Resolvo do meu jeito
Passarinho que se espanta
E bate asa, faz barulho
Ponha o ninho em perigo


Why sô, mineir (o) fala estrangeir (o,)
Espia só que na cozinha dá casa
Só chega quem é companheiro
Não sou muito sabido
Mas aprendi a relevar muita coisa
Quem sabe viver não leva tudo em conta

Não me avexo
Meu pai bom mineiro ressabiado
Me ensinou que prato quente
Se come pelas beirada
No meio é sempre mais quente

Não me avexo
Quem matou a onça
Não tem medo do couro
Quem já enfrentou furação
Não tem medo de garoa

Não fale mal da companheira e dos amigo
Só tem valor quem já comeu comigo
O pão que o diabo amassou
E serviu sem passar no fogo

Não me avexo
Sou neto de um bom mineiro
Com ele aprendi a ficar desconfiado
E assuntar tudo primeiro
O que tá sombrando, coisa boa não é
O trem tá feio, mas não arrede o pé

Letra enviada por J.Nunes

Xadrez

Xadrez

Compositor: J.Nunes

Será que foi tudo premeditado
Foi coisa do meu destino
Ou será que sou apenas uma peça
No seu jogo de xadrez

Você nunca pensou no que me fez
Nunca parou para pensar
Que eu tenho um coração
Como pode me fazer
Tantas promessas em vão
Será que você não sabia
Que não podia cumprir
Me prometeu o céu
E me entrega esse inferno

Será coisa do destino
Ou será que sou apenas uma peça
No seu jogo de xadrez
Você nunca pensou nas promessas
Que um dia você me fez

Eu custo em acreditar
Que você entrou na minha vida
Só para me machucar
Que você pensou
Que podia fazer de mim
Apenas uma peça no seu jogo de xadrez
Que você pode mudar tudo outra fez
De acordo com o momento

Você nunca parou para pensar
Nas promessas que um dia me fez

Letra enviada por J.Nunes

Yin e Yang (Feitiço do Cupido)

Yin e Yang (Feitiço do Cupido)

Compositor: J.Nunes

O quem pode explicar o nosso amor
Talvez a conjunção dos astros
Um segredo do destino
O retorno de saturno

O que pode explicado nosso amor
Talvez está escrito nas estrelas
Nas entrelinhas de um livro sagrado
Nas linhas de nossas mãos

O que pode explicar o nosso amor
Talvez com os mistérios cabalísticos
Com as palavras colhidas de um dicionário
Com a ciência oculta

O que pode explicar o nosso amor
Talvez a transcendência da união de dois corpos
Com um olhar que diz mais que palavras
Com uma equação de matemática

O que pode explicado nosso amor
Talvez um conhecimento esotérico
Uma formula química
Uma beijo que desconhece tempo e espaço
As cartas de uma cigana sobre a mesa
A dualidade chinesa, yin e yang
Um feitiço do cupido

Letra enviada por J.Nunes

Zen (Impetuoso)

Zen (Impetuoso)

Compositor: J.Nunes

Impetuoso como um cavalo de guerra
Um soldado violento
Um jovem impulsivo
Um vento forte
Um touro cheio de rompante

O destino calmo feito à brisa da manhã
Me colocou o banco de espera
E me deixou lá esquecido
Até que eu acalmasse e entendesse
Que eu não dito o ritmo da vida

Abaixei a cabeça e vim pedir permissão
Para o Senhor do Destino
E esperar, paciente
E segundo a sua vontade

O destino me amansou
Com se amansa um cavalo bruto
Me fez obediente, humilde
Calma e submisso ao tempo
O destino mostrou
Para mim quem manda

Aceitei a calma do tempo
E sou feliz obedecendo
As leis do Senhor do Destino

Letra enviada por J.Nunes

Como posso te encontrar

Como posso te encontrar
A luz do dia,
Na solidão de uma noite fria,
Na escuridão de uma rua vazia,
Nesse templo abandonado,
Nesse lugar em ruína.

Como posso te encontrar
Numa noite sem lua,
Nessa rua onde perdi à esperança,
Entre essas pessoas que não conheço.

Sem você não sei mais o que faço,
Como posso te encontrar,
Si não for em silêncio e em segredo
Dentro da noite misteriosa.

Espero que você me encontre,
Não vou  muito longe
Tenho medo de ficar distante,
Tão longe que meus olhos
Não possa  me alcançar.

Como posso te encontrar
Si não for em segredo.
Eu queria muito ter uma canção
Que possa me aproximar de ti.

Uma oração que  eleva
Meus sentimentos a ti,
Um coração devoto,
Lagrimas nos olhos
E peito sagrando
Que não te esquece
Um momento si quer,
Como posso te encontrar
Si não for em segredo. 

J.Nunes

08-09-2017

      

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Cobranças

Nunca passou pela sua cabeça,
Que talvez você não seja
Tudo isso que pensa.

Que eu também esperei
Um pouco mais de você;
Nunca fiz cobranças,
Mas sempre esperei de você
Um gesto de agradecimento,
Uma palavra, uma gentileza.

Nunca passou pela sua cabeça,
Que em algum momento
Eu me cantaria
De tentar ser perfeito ao seu modo,
De tentar te agradar todos os dias.

Não estou te cobrando nada,
Apenas me cansei
De ser cobrado por uma por você
Que não sabe o que merece.

Me cansei de ficar moldado a você
Tentando fazer o impossível:
Te ver feliz com o que eu posso te dar
Com que está ao meu alcance.

J.Nunes  26-10-2017


terça-feira, 24 de outubro de 2017

kamikaze

Kamikaze

Compositor: J.Nunes

Não quero o seu amor kamikaze
Os seus sentimentos
Sempre a beira do abismo
Os seus códigos de honra exagerados
O seu fatalismo suicida
Suas palavras loucas
Seus gestos descompensados
Sua gritaria em lugares públicos
As suas investigações
Seus ataques de ciúmes
E suas suspeitas infundadas

A vida já é louca o bastante
Preciso de alguém controlada
Alguém segura
Com elegância e compostura
Eu quero a paz das pessoas bem resolvidas
Que pode voar comigo

Procure outro kamikaze, igual a você
Que possa corresponder a sua loucura
E se matem em um ataque suicida

Letra enviada por J.Nunes

O meu lugar

O meu lugar


Compositor: J.Nunes

Nem sei onde é a sua casa
Não conheço a sua rua
O meu lugar é nesse país
Nessa cidade
Nessa rua onde tenho amigos
O meu lugar é aqui nessa casa
Nesse quarto, entre livros e meus discos
Nas manhãs de sol, o meu lugar é ali
Entre as flores e o cheiro de terra no canteiro
O meu lugar, aqui nessa cidade, é ali
No café Meia Lua

Nem sei onde é a sua casa
Não conheço a sua rua
O seu lugar é aqui
O melhor lugar é do seu lado
Dentro do seu peito
Ao alcance de suas mãos
Na mira do seu olhar
O melhor lugar é tão perto
De você que até sinto
A sua respiração
A textura de sua pele e o seu cheiro

O melhor lugar é abstrato
É esse silêncio
Quando preciso de luz interior
É você quando preciso de amor

J. Nunes

AMOR PARA UM VIDA INTEIRA

Só agora você chegou
Veio na hora certa
No momento em que eu mais precisava
Agora que estou pronto
Para um amor assim
Cuidadoso e que me olha
Como um sonho para a vida inteira

Se acaso tenho direito de pedir alguma coisa
Eu só te peço que vá com calma
Eu ainda estou machucado
Ainda estou me levantando
E aprendendo a respirar outros ares

A gente está deixando uma vida para trás
Situações muito diferentes
Você vem com o coração vazio
E com muita sede de amar
Eu ainda estou desligando do passado
E de um amor que só sabia machucar

Vem com calma, me deixe aprender a respirar
Esse ar de sentimento mais puro
Me dê essa felicidade em pequenas doses
Eu tenho ainda que aprender
O que é ser feliz no amor
Você tem que aprender
A sintonizar nossa paixão

J.NUNES 

domingo, 15 de outubro de 2017

O Homem Sem Deus

O Homem Sem Deus

Compositor: J.Nunes

O homem sem Deus
Sem o livro sagrado
Sem a prece quando vai se deitar
Sem a prece quando se levanta
Sem a gratidão pelo alimento em sua mesa
Pelo teto que o protege do frio
Pela roupa que o veste
Pelo irmão que lhe estende a mão

O homem sem Deus
Segue seus instintos
Feito um lobo voraz

O homem sem Deus
Sem a morte do pecado
Sem a virtude do amor e do perdão
Sem o perfume, sem as flores da alma
Sem o conhecimento e a educação
Segue seu instinto selvagem
Feito um lobo voraz

Somente através da fé
O homem chega à perfeição
E a semelhança com Deus

15-06-2017

Letra enviada por J.Nunes

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

MOEDA DE TROCO

Depois de dar o troco
Você diz que me perdoou,
Paga com a mesma moeda
E diz que esqueceu.

Ninguém mais aquenta
Esse nosso jogo,
Essa nossa falta
De vergonha na cara.

É pegar ou largar,
Temos que mudar
Esse roteiro de novela,
Ninguém mais quer saber
Dessa nossa pouca vergonha,
Dessa nossa história mal contada.

Estamos acertados,
Chega de pagar com a mesma moeda,
Chega de dar o troco,
Ou a gente se respeita
Ou acaba de vez 
Com esse roteiro de novela.

Não quero mais ninguém em minha vida
Servindo apenas de moeda de troco.
Já tá na boca do povo,
Ninguém mais leva a gente a sério...

Todo mundo sabe
Que não cabe entre nós dois
Uma outra pessoa,
Porque a gente se ama,
Mas tá faltando vergonha na cara.
Já passou da hora de acabar
Com essa novela....   
     
J.Nunes




     

Novidade

Novidade

Olhe o céu de manhã
Há sempre novidade...
Coisas que o vento faz,
Coisas que o vento traz.
Olhe o sol de manhã
Deixe sua luz
Entrar em sua casa,
Iluminar a sua vida.
A tarde, nesse quadro azul,
O sol vai pintar
As nuvens de outras cores.
Olhe por onde entra
O raio de sol,
Escute por onde passa o vento,
Há sempre uma saída
Há sempre uma novidade.
Basta que você aprenda
A olhar o sol, o céu
E o seu interior;
Escutar o seu coração,
Dele vem à resposta.
Não é o mesmo céu,
Há sempre novidade
Para quem olha a vida
Com os olhos da alma.
J.Nunes

sábado, 30 de setembro de 2017

Caçadores

Caçadores

Temos as mesmas necessidades dos homens da caverna,
Somos caçadores em um outro tempo,
Temos outras ferramentas e outros presas...
No fundo somos iguais aos primatas,
Caçamos  o nosso sustento.

Somos caçadores gulosos e egoístas,
Matamos muito mais do que podemos comer,
Devastamos à região de caça
E deixamos nossos semelhante sem ter o que comer.

J.Nunes



sábado, 15 de julho de 2017

Arraia

Arraia

Um pássaro pescador
Voa e persegue um peixe
 Num céu azul como o mar.

Uma arraia voa ou nada
Em um céu azul como o mar
E salva o peixe do bico
Do pássaro pescador.

Do fundo do mar
Ou da superfície da terra,
De baixo para cima
Tanto faz se isso é fundo das águas
Ou chão de terra seca.

Tanto faz se nada ou voa
Sobre à superfície no mar
Ou no alto do céu.

Nesse plano astral
Tanto faz se o elemento
Água ou ar.
Nado no vento,
Voo nas águas.

J.Nunes  05-07-2017

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Recaída

Aprendi que não posso vacilar,
Se eu descuidar você me arrasta
Para a sua teia.

Você me faz tanto mal.
Te querer é como um vício,
Você só precisa dar um sinal,
Se eu te vejo, tenho recaída,
Se você me toca;
Não sei te deixar ir embora.

O seu olhar, um sorriso seu
Me trás de volta a essa vida
De esperar que você
Um dia saiba o que é o amor.

Dessa vez eu cai no seu laço,
Dessa vez eu adormecido no seu abraço.
Acordei jurando por Deus,
Pedindo pra Deus me livrar de suas tentações.
Você me faz tanto mal.

 J.Nunes. 05 -07-2017

sábado, 24 de junho de 2017

Sobre a luz de Lisboa

Lisboa 

Por que você ainda inventa
Razões para a gente se encontrar,
Não temos mais nada para conversar,
Já falamos tudo que tinha para falar,
Você mesma colocou 
Um fim em nossa história.

Eu deveria estar vivendo em Lisboa,
Na cidade do Pessoa,  
Do outro lado do mundo,
Ainda estou aqui escutando 
As mesmas promessas e o mesmo sonho.

Eu deveria  estar respirando outros ares
Vivendo outros amores,
Sobre a luz de Lisboa, 
Ainda estou aqui nessa porta
Recebendo vinhos e flores,
Lendo sua mensagem no celular  
Pedindo para  recomeçar.

Deixe  essa vida para trás 
Venha comigo para Lisboa,
Para sua luz  e seus lugares, 
Quem sabe outros ares 
Faça bem para o nosso amor.

Dessa vez sou quem vou 
Por fim em nossa história,
Não mande mais vinho e flores
Nesse endereço, 
Vamos comigo para Lisboa,
A cidade do Pessoa, 
Vamos  respirar outros ares 
Vamos namorar sobre a luz de Lisboa. 

J.Nunes 

24-06-2017



https://www.vagalume.com.br/jose-nunes/

Eu aposto

Eu aposto que você
Não me esqueceu,
Eu aposto que de vez enquando
Você ainda se lembre de mim.

Eu aposto, eu aposto, eu aposto
Em você para ser feliz,
Porque você
É o que eu sempre quiz.

Eu aposto todas as cartas em você
Eu  aposto todos os  meus sonhos em você
Eu aposto a minha vida,
Aposto tudo em você.

Eu aposto que você ainda
Vai voltar para mim
Eu aposto que você vai descobrir
Que sou o melhor para você

Eu aposto, eu aposto, eu aposto
Todas as minhas cartas em você.

José Nunes

sábado, 17 de junho de 2017

Letra

Preciosidade

Você sempre me machucou,
Só sabe dizer não para mim.
Espero de você,
A qualquer momento,
Um sim, eu aceito.

No dia que você me dizer que aceita,
Não vou acreditar,
Vai demorar cair a fixa,
Vou pedir que repita
O que disse.

Vou fazer festa,
Vou pagar promessa,
Vou soltar rojão,
Vou pedir um champagne
Para comemorar a minha conquista
Do seu coração.

Eu sei que te machucaram,
Eu sei que outra pessoa não
Soube do seu valor,
Mas comigo é muito diferente
Eu conheço  preciosidade
Muito antes de possuí-lá.

Deixe de me machucar,
Já chega essa vida
Me disse não para tudo
Que sonhei.

J.Nunes

17-06-2017

quinta-feira, 23 de março de 2017

A Grande Meretriz

Quando você passa
Feito um vento forte
Arrasta olhares,
Assola a terra,
Leva tudo pelos ares.

Seduz homens
Causa inveja nas mulheres,
Desperta amores,
Muda o norte,
Faz outro horizonte,
Destrói lares,
Vira cabeças,
Devasta tudo por onde passa.

Quanto você passa por mim
Não muda nada.
Sou impassível
A sua sedução.

Minha indiferença
Te deixa furiosa.
Você muda de estratégia,
Se faz de recatada.

Comigo você não tem vez
Quero o que está muito além
De sua sedução e  oferta fugaz.

Você é A Grande Meretriz 
Do Livro do Apocalipse,
E acredita que pode seduzir,
A todos por onde passa.

J.Nunes





Letras Jose Nunes

  • Letras
  •  
  • Rádio
  •  
  • Discografia
  •  
  • Relacionados
  •  
  • Fotos


https://m.vagalume.com.br/jose-nunes/deus-tem-um-plano-em-sua-vida.html

anúncio